Responsabilidade invisível

Os dias passam um após o outro, a vida é cada vez mais corrida, estamos tão atarefados, cheios de compromissos, apostilas, livros e provas fazem parte do cotidiano de um estudante. Creio eu que é pouco ou quase nenhum o tempo que dedicamos para apreciar nosso lar, sim, sua casa, minha casa, a casa de todos nós, a terra. Meu caro leitor, ser cristão vai muito além de ser frequente nos cultos, todavia, ser um seguidor de Cristo nos infere a ter a liberdade de pensar e agir em meio a diversos âmbitos da vida, embasado pela Palavra de Deus, a Bíblia. O cuidado com o meio ambiente está incluso na caminhada cristã, que muitas vezes não passa de uma responsabilidade invisível, frente a todos os afazeres do dia-a-dia de cada um de nós.

No texto de hoje, tentarei retratar como devemos ter cuidado para com nosso lar, não o corpo ou nossa residência física, mas o lar ao qual o criador nos presenteou: a terra. E como o cristão enxerga a questão do meio ambiente. Às vezes navegando em nossos pensamentos, orações ou reflexões, estamos sempre preocupados com nossa vida espiritual, material e familiar, porém, nem sempre nos lembramos que temos a responsabilidade de zelar e cuidar do meio ambiente, como um todo. Economizar água, poluir menos, não desmatar, são macro-questões ambientais das quais mais ouvimos desde os tempos de infância, porém, esses assuntos soam tão distantes que parece que eu e você de nada temos a ver com isso, mas na verdade temos. Se falarmos em um defeito humano e não falarmos do péssimo hábito de culpar os outros antes de olhar para si mesmo não estamos falando do homem.

Vamos pensar em nossas atitudes em relação ao consumo e desperdício de água, a origem de nossos móveis e demais outras questões, antes de incitarmos nossa língua a falar dos outros, mesmo estes estando errados. Veja que Mateus 7:5 nos confirma isso:

Hipócrita, tira primeiro a trave do teu olho, e então poderás ver com clareza para tirar o cisco do olho do teu irmão”.

Outro versículo na Bíblia me chama atenção para o fato de que nos é dada por Deus uma responsabilidade que na verdade não é invisível, veja o que diz Genesis 2:15:

“Tomou, pois, o SENHOR Deus ao homem e o colocou no Jardim do Éden para o cultivar e guardar.”

Quando leio esse versículo fico maravilhado com a palavra guardar, pois o próprio Deus em sua infinita bondade e misericórdia colocou no homem, que nesse caso, sou eu e você, o trabalho de cultivar e guardar. Cultivar no sentido de que sim, o homem foi criado para dominar a natureza, mas não para destruí-la, e guardar refere-se a cuidar, zelar, proteger, preservar, ou seja, produzir sem destruir.

Infelizmente, assistimos diariamente, reportagens, notícias, matérias, artigos, fotos, vídeos de como está sendo cruelmente destruída a nossa própria casa pelo homem que deveria guardá-la. Às vezes fechamos os olhos para essa responsabilidade ambiental, como cristãos detentores da liberdade de pensamento e ação, devemos pensar o que é melhor para Deus e buscar em sua Palavra o que ele nos orienta a fazer a cerca dos diversos assuntos da vida, inclusive o meio ambiente.

Meu caro leitor pare para pensar em como tratamos o nosso querido lar, nossas ações, nossos costumes, lembre-se temos a responsabilidade de guardar o que Deus criou, pois não se pode viver sem água, sem florestas, sem alimento, não se vive sem a terra. Não veja a responsabilidade nos dada por Deus de cuidar e zelar pelos recursos naturais como algo invisível, abstrato ou de responsabilidade somente das autoridades, mas veja que fazendo sua parte em cada pequena atitude, a criação agradece e nós como criaturas do Senhor o louvamos pelo seu amor e misericórdia, cuidando do planeta hoje e pensando nas gerações de amanhã.

Diante de tão grande amor nos dado por Jesus, devemos cada dia olhar para nossa própria consciência em todos os sentidos, se realmente estamos sendo cristãos agradando a nosso próprio eu, ou o cristão a qual Deus se agrada, não somente na vida espiritual, familiar e conjugal, mas também no que tange a cuidar de nosso próprio planeta, que deve ser visto como um maravilhoso presente dado pelo criador eterno, e portanto deve ser guardado com responsabilidade visível, praticável e concreta aos olhos e à consciência de todos nós, cristãos ou não.

Thiago Silva

Thiago Silva

Amante do Evangelho Salvador de Jesus e apreciador da maravilha chamada vida, em sua simplicidade e complexidade. Apaixonado pela empolgante vida no campo e por toda partícula criada pelo Senhor em toda sua grandeza e poder. Todos os dias olhando para os céus, crendo em Deus e pensando com a liberdade nos dada por Cristo.
Thiago Silva

Últimos posts por Thiago Silva (exibir todos)