Eu não consigo parar de pecar

“O sozinho e ferido, cansado e faminto que estão no escuro
Em terras longínquas e mares distantes, a luz ressurgirá
Pois Ele é a voz que fala ao coração
Sobre esperança e um futuro além do que se pode ver
E o Reino vem aos que esperam o Desejado das nações
Em Seu nome a terra treme
O reino vem”

                               A Voz- Os Arrais 

Quando não conseguimos parar de pecar, não há nada que mude os sentimentos que se perpetuam em nosso coração. Temos certas dificuldades em tentar parar de pecar em coisas que já deveríamos ter deixado de lado há muito tempo, coisas que deveríamos abandonar, por não serem atitudes ou exemplos a ser repassados. Sofremos quando temos vergonha de compartilhar coisas que só nós e Deus sabemos a respeito. Confesso que admiro muito quem consegue abertamente confessar suas fraquezas aos irmãos, admiro também às pessoas que conseguem dar testemunhos vitoriosos de pecados abandonados. Mas em meio a tanta admiração, é preciso levar em conta que algumas pessoas sofrem por não conseguir vencer determinados pecados, a pergunta que sempre me faço é: Por qual motivo algumas pessoas, e eu me incluo nesse número, não conseguem vencer determinados pecados?

Sempre ouço testemunhos de pessoas maduras que dizem já ter passado por determinadas situações, e hoje já não sofrem mais com isso. Eu acredito que o poder de Deus sobre nossas vidas transformam as piores situações em Glória, gerando bons testemunhos para aprendizado pessoal e exemplar a outras pessoas, mas e quando não vejo solução para meus erros? Quando digo que admiro pessoas que conseguem confessar seus pecados a outros irmãos sem dificuldades, é porque sei que assim como eu, muitas pessoas sofrem principalmente quando não conseguem vencer um pecado que já era para estar ultrapassado. Já ouvir muitos conselhos do tipo: “Olha muda logo essas atitudes, senão Cristo vai chegar e você vai ficar!”, “Com essas atitudes, tem certeza que você é crente mesmo?”, “Errar é humano, mas permanecer no erro é burrice”. Esses conselhos, muitas vezes ao invés de contribuir acabam atrapalhando, não estou dando respaldo nesse texto para que continuemos a pecar deliberadamente, só estou me colocando como uma pessoa que através do texto manifesta a situação de quem sofre por não conseguir vencer seus erros.

Talvez a frase mais comum que escutamos seja “Errar é humano, mas permanecer no erro é burrice”, tudo bem tenho certeza que errar é humano, mas será que permanecer no erro é realmente burrice ou é simplesmente por não possuirmos forças pra lutar contra determinado erro? Eu confesso que sempre pensei que as pessoas optavam por não querer mudar, mas com o passar do tempo percebi que muitas fraquezas que eu achava que habitavam em mim, ainda se perpetuam, e não me faltam vontades de mudar, mas quando percebo, já estou totalmente entregue até o pescoço ao pecado que queria vencer. Às vezes sinto até vontade de desistir por não conseguir vencer, pois começo a questionar minha salvação, se eu tenho jeito mesmo e porque muitos conseguiram e eu não.

A verdade é que somos pó, somos feito de carne como todo ser humano, vivemos a nossa vida em uma luta constante, entre vencer o pecado da carne e viver a santidade de Cristo, e nem sempre vamos conseguir vencer o pecado, e quando vencemos, não foi nós, mas o Espírito que em nós habita, é ele quem nos leva a vencer o que nos assombra, a Glória por vencer o pecado é de Cristo e não nossa. Mas é claro que às vezes vamos perceber ou nos dar conta que mesmo tendo plena convicção de nossa salvação, sentiremos duvidas a respeito da salvação, porque determinados pecados continuam nos atormentando e não conseguimos escapar dele.

É importante lembrar que não existe pecadinho e nem pecadão, tudo é pecado! Porém algumas pessoas sofrem constantemente com variadas dificuldades, seja o irmão ou irmã que tem dificuldade com o alcoolismo, sexo, masturbação, mentira, fofoca, homossexualismo, drogas e outros que não irei saber destacar. Cada um de nós sofre uma dificuldade, talvez um dia iremos conseguir vencer, mas talvez tenhamos que conviver lutando contra isso o resto de nossas vidas, embora Deus tenha poder pra tirar isso de nós, ele também tem poder para permitir que nossas maiores dificuldades permaneçam.

Para impedir que eu me exaltasse por causa da grandeza dessas revelações, foi-me dado um espinho na carne, um mensageiro de Satanás, para me atormentar.
Três vezes roguei ao Senhor que o tirasse de mim.
Mas ele me disse: “Minha graça é suficiente para você, pois o meu poder se aperfeiçoa na fraqueza”. Portanto, eu me gloriarei ainda mais alegremente em minhas fraquezas, para que o poder de Cristo repouse em mim.
Por isso, por amor de Cristo, regozijo-me nas fraquezas, nos insultos, nas necessidades, nas perseguições, nas angústias. Pois, quando sou fraco é que sou forte.
2 Coríntios 12:7-10

 

As palavras de Paulo após destacar uma revelação aos irmãos foram necessárias para que ninguém pensasse que os mesmo não possuía pecados. Apesar de sua grande sabedoria e de seu grande exemplo, Paulo sempre se considerava o pior dos pecadores, dizia que ainda estava muito longe de alcançar a santidade como deveria e Deus sempre fortaleceu isso, pois apesar do filho amado que era Deus colocou em Paulo um espinho na carne para que ele não se gloriasse e foi necessário que esse espinho permanecesse em sua vida até o fim, para que ele sempre entendesse que a Graça de Deus era o suficiente. Não sabemos até hoje o que foi esse espinho na carne de Paulo, se foi realmente um espinho no sentido literal da palavra, destacado como alguma doença que o mesmo pudesse ter ou se era algum pecado que lhe gerava grande incomodo e ele não conseguia vencer.

Acredito que Paulo lutava contra algum pecado que lhe fazia ficar fraco e o impedia de ser forte no ministério. Mas Deus não deixou de amar Paulo, e mesmo rogando pela retirada do espinho, Deus o exortou e disse que aquele espinho continuaria, pois o poder de Deus se aperfeiçoaria em sua maior fraqueza, e ainda que ele achasse que estava fraco, era que ele estava forte.

Assim como Paulo sofreu com seus espinhos, muitos de nós sofremos até hoje, pois nossas fraquezas nos fazem acreditar ou duvidar do amor de Deus, pensamos em desistir porque não olhamos para o alto e não rogamos a Deus que tenha misericórdia de nós, precisamos pedir a Deus que ele nos ajude a lutar contra nossos espinhos, e que possamos entender que em nossas fraquezas, é preciso entender que ai é que somos fortes, pois percebemos que não conseguiremos sozinhos e que só Deus pode operar o que ele quiser em nossas vidas. Somos dependentes dele, só ele pode mudar o que nós não conseguimos, e se não estamos conseguindo mudar, não fomos rejeitados por Ele. Precisamos entender que temos acesso direto com ele para pedir ajuda.

13442204_1781195638778538_1808152858629918327_n

Não importa se o mundo tem te julgado por não vencer ou por não conseguir mudar, não importa se você não consegue vê jeito em você, você deve entender que Deus pode todas as coisas, e é quando estamos fracos que estamos fortes. Não entenda esse texto como, uma não tentativa de mudanças, mas entenda esse texto como um gás, para entender que ainda que eu não veja a mudança, Cristo habita em mim, e o poder dele se aperfeiçoa na minha fraqueza. Se você que está lendo esse texto, por meio de Cristo conseguiu vencer pecados que antes achava impossível vencer, não critique ou julgue o irmão que não consegue, ao contrário disso, estenda a mão para caminhar juntos sempre. Nunca critique os outros por seus erros, afinal você também erra!

E você meu irmão que assim como eu, possui espinhos na carne que nos atrapalham na caminhada, não temas! Olhem para quem nos chamou e clame, ele sabe que todas as coisas cooperam para o bem dos que o amam, nunca desistam de lutar, pois apesar de nós o Reino veio para salvar os piores pecadores, precisamos das misericórdias de Deus em nossas vidas para que a Gloria dele seja sempre manifestada.

Creio que Deus Grita em alta voz: Não vá meu filho! E mesmo sendo indignos de sua Glória, Ele  continua a nos chamar, para que nele possamos descansar. Para finalizar, deixo com vocês a música: A voz- Os Arrais.

Deus nos abençoe e nos ajude a caminhar!

Fonte, imagem destacada: O Pregador.

Hinckley Mendes

Hinckley Mendes

Um garoto cheio de dúvidas, tentando parar de correr atrás do vento, um insistente do erro, um pecador achado, o menino mimado que Deus ainda chama de filho.
Hinckley Mendes

Últimos posts por Hinckley Mendes (exibir todos)