Será que foi “só” por Amor?

Será que foi “só” por Amor?

Por Elias dos Santos Sales Júnior

Ele tinha a natureza de Deus, mas não tentou ficar igual a Deus. Pelo contrário, Ele abriu mão de tudo o que era seu e tomou a natureza de servo, tornando-se assim igual aos seres humanos. E, vivendo a vida comum de um ser humano, Ele foi humilde e obedeceu a Deus até a morte – morte de cruz.” Fp. 2. 6-8

Depois de sentir a real felicidade e a Graça de Cristo habitando em minha vida, fiquei me questionando do porquê de um ser tão poderoso abrir mão da sua própria glória e descer do céu como o mais humilde de todos os seres humanos que já passaram por essa terra. O Criador e dono de todas as riquezas existentes no universo, se tornou carne (Jo 1.14) e veio viver entre nós, nascendo em uma manjedoura (Lc 2.7). Além da alegria verdadeira em sentir a Salvação fluindo de dentro de mim, essa questão é uma das coisas que me deixa muito maravilhado com a Graça.

Como o Criador suportou ser humilhado, rejeitado, pisado e moído pelas suas criaturas? Por mais que me doa lembrar disso, não consigo me conformar com a imagem que me vem à cabeça quando leio o texto de Lucas 26.67: Em seguida cuspiram no rosto de Jesus e deram bofetadas nele […]. Quero que você pare a leitura por um instante e se coloque no lugar de Jesus neste momento. Qual seria a minha reação? Simplesmente não sei te responder, apenas sei que Ele (O Eu Sou) suportou tudo isso calado como um cordeiro levado ao matadouro (Is 53.7).

Por mais que eu me esforce em tentar entender, e que eu saiba que já existem muitas palavras e textos maravilhosos que explicam claramente o que motivou Deus a fazer isso, eu só consigo me apoiar no texto de Isaías cap. 55 e versículo 9: Porque, assim como o céu é mais alto do que a terra, assim são os meus caminhos mais altos do que os vossos caminhos, e os meus pensamentos mais altos do que os vossos pensamentos..

“Amor”, sem dúvida, é a palavra mais usada para descrever tudo isso que Deus fez. Há quem ache suficiente, mas quando releio sobre o sofrimento, a dor e humilhação que o meu Jesus sofreu aqui, para dar a mim e você a escolha de beber da água da vida, eu passo a acreditar em um sentimento maior que o amor, maior do que qualquer sentimento existente nesta nossa dimensão. Acredito que só Ele sabe me explicar que sentimento é esse, e não quero receber de forma alguma esta resposta aqui, pois quando um dia Ele me levar à Jerusalém, à Cidade Santa (Ap. 21.10), e depois de eu dar um abraço em Jesus, (onde com certeza vai ser o melhor abraço da minha vida), se o mesmo quiser, vai tirar a minha dúvida!

_______________________________________________________________

Elias dos Santos Sales Júnior. Membro e líder de jovens da Igreja Evangélica Assembleia de Deus Missão. Membro da Aliança Bíblica Universitária do Brasil (ABUB) em Marabá/PA. Estudante de Engenharia Elétrica da Universidade Federal do Sul e Sudeste do Pará.

ELIAS

Alguém  que encontrou paz, descanso e felicidade verdadeira no amor de Cristo.”

Davvy Lima

Davvy Lima

Prisioneiro de mim mesmo. Pecador treinando no erro. Agradecido pela graça na cruz, tentando viver a simplicidade da vida com Jesus.
Davvy Lima

Últimos posts por Davvy Lima (exibir todos)